Buscar
  • contato851579

People Analytics - Gestão Estratégica de Pessoas

Atualizado: Mar 18


Os colaboradores são o principal recurso de uma empresa. Eles são a engrenagem que faz toda a máquina funcionar. Até porque, não são os softwares, equipamentos ou instalações que tomam decisões e têm ideias: são as pessoas!


Dessa forma, é importante que as empresas consigam entender melhor seus colaboradores, procurando identificar maneiras de torná-los mais engajados e produtivos.

Para isso, a tecnologia pode ser uma grande aliada.

Atualmente, empresas de todos os setores estão aproveitando o poder do Big Data (recolhimento e análise de dados em busca de informações que permitem a tomada de melhores decisões) para fazer o People Analytics.



O que é o People Analytics?


Também conhecido como análise de talentos ou análise de RH, o People Analytics consiste em uma metodologia cujo princípio é o processo de coleta, organização e análise de dados feitos por um Data Scientist (ou, em alguns casos, um software de gestão) sobre o comportamento dos colaboradores para entender o que os torna produtivos, engajados e felizes no ambiente de trabalho, otimizando o gerenciamento de Recursos Humanos.


Seu objetivo é melhorar a tomada de decisão sobre os profissionais de seu negócio. Porque com essa análise, é possível reconhecer tanto um funcionário que se destaca quanto identificar baixa produtividade, pouco engajamento e insatisfação.


Com o intuito de antecipar tendências e aprimorar estratégias, a metodologia auxilia na gestão de pessoas com agilidade, clareza, objetividade e assertividade, entregando o melhor resultado possível para a empresa.



Tipos de Analytics:



Descriptive Analytics:


A pergunta chave deste tipo de análise é “O que aconteceu?”. Nesse estágio, os dados são interpretados de acordo com um período de tempo no passado para entender melhor as mudanças que ocorreram em seu negócio.


Diagnostic Analytics:


A pergunta chave é "Por que isto aconteceu?”. No segundo nível, a análise dos dados ajuda a identificar a causa de um problema. Explorar as causas do que gerou o erro é extremamente útil para identificar os componentes que levaram ao insucesso.


Predictive Analytics:


A pergunta chave aqui é “O que pode acontecer?”. Nesse estágio, a ideia é extrair informação de dados históricos e combinar técnicas avançadas de estatística e inteligência artificial para ajudar a prever cenários futuros.


Prescriptive Analytics


A pergunta chave é “O que pode acontecer se seguirmos este caminho?”. A ideia aqui é ajudar a identificar o que pode ser feito para resolver um problema, minimizando possíveis efeitos colaterais negativos. Essa etapa, levantará hipóteses e impactos que determinadas decisões podem gerar.






Como surgiu o conceito People Analytics?



O direcionamento do People Analytics para o setor de RH foi desenvolvido no Google. A empresa foi a pioneira a fazer da gestão de recursos humanos uma ciência concreta. Ou seja, tratar o RH como uma fonte de dados e indicadores, na intenção de deixar o feeling um pouco de lado.


Em um artigo publicado no LinkedIn, Mike West, um dos fundadores da prática de people analytics na Google, conta que esse termo foi criado pela própria empresa, que já chamava seu setor de recursos humanos de People Operations.


A partir do momento que as práticas de análise de dados começaram a ser usadas nessa área, foi natural que se chegasse ao termo People Analytics.


Então, alguns líderes da Google, se propuseram a coletar e analisar uma grande quantidade de dados sobre os colaboradores da empresa. Assim foi implantado o People Analytics, em um momento que a organização recebia 15 mil currículos por dia.


A ideia era apoiar o recrutamento de novos talentos em evidência, com o desenvolvimento de um sistema que colocava em ranking os candidatos de acordo com a sua compatibilidade com o "padrão Google".


Por que adotar o People Analytics em sua empresa?


A ferramenta transforma e revoluciona a gestão de pessoas. Com ela, a tomada de decisões da empresa é feita com mais exatidão e sem lacunas. Dessa forma, a People Analytics auxilia no crescimento da organização de maneira consistente.


Independentemente do tamanho da sua empresa e da sua maneira de gerenciar pessoas, é possível adotar a ferramenta. Tudo dependerá do tipo de negócio e das competências necessárias para as atividades realizadas.


Organizações que utilizam o People Analytics aumentam em 80% a eficiência dos processos de recrutamento, 25% a produtividade e reduzem em 50% a taxa de rotatividade de colaboradores. Portanto, essa metodologia promove um maior engajamento e motivação dos funcionários.


Benefícios do People Analytics:


  1. Melhores práticas de contratação;

  2. Otimização dos processos;

  3. Aumento do engajamento dos funcionários;

  4. Acompanhamento da produtividade da empresa;

  5. Decisões estratégicas.



Como implementar o People Analytics na minha empresa?



Incentive a tomada de decisão baseada em dados:


Incentivar a inovação, tolerar erros e enfatizar o aprendizado contínuo, tudo ajuda a criar uma cultura de tomada de decisão baseada em dados. Nela, os insights revelados pelos dados, no lugar da opinião ou intuição, tem prioridade e exatidão.


Identifique uma pergunta que deseja responder:


Avalie seus pontos fracos atuais. O que está afetando mais sua empresa agora? Pense em hipóteses baseadas em um problema que você está enfrentando e que acha que os dados ajudarão a resolver. Com base nessa hipótese, determine o que precisa ser medido e quais dados precisam ser coletados.


Colete os dados:


Com base na etapa dois, decida quais dados você deseja coletar. Use ferramentas e software de medição de dados precisos para garantir que os dados sejam capturados de forma padronizada. O software procurará padrões em seus dados.



Interpretar os resultados e agir:


Com base nos resultados de sua análise de dados, descubra a história que seus dados estão lhe contando. Em seguida, determine quais ações podem ser realizadas com base nessa história. Implementar essas ações e, em seguida, acompanhar seus resultados é o que torna a análise uma ferramenta verdadeiramente estratégica.




O Futuro dos Negócios:



Como toda tendência, ainda há muito o que aprender sobre esta metodologia e as formas de colocá-la em prática dentro do setor de gestão de pessoas.


O mais importante, contudo, é a mudança da mentalidade do time de gestão. Acreditar que as ações devam ser tomadas com base em dados concretos e não com base em intuições e "achismos" já é um grande avanço para a área. A partir disso, toda estratégia e ação ficam mais simples de serem implementadas.

Para auxiliar na implementação do recurso de People Analytics da sua empresa, a GenteLab oferece a melhor metodologia do mercado para a aplicação dessas análises.

Com o sistema GenteLab de People Analytics, sua organização e seus colaboradores terão acesso às melhores táticas de aprendizagem.

Além disso, quanto mais conhecimento seus colaboradores e líderes tiverem, mais bem preparados eles estarão. Na GenteLab, sua equipe verá que as mudanças de hoje são velozes e que eles precisam ficar atentos às novas tendências e ao futuro do mercado.


21 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo